Doenças Psiquiátricas e Dependência Quais os Riscos?

Doenças Psiquiátricas

Estudos mostram que as pessoas dependentes de drogas são mais suscetíveis de apresentar doenças psiquiátricas que as não dependentes, como a depressão.

Além disso, problemas de saúde mental e dependência podem surgir a qualquer momento, e quanto antes for diagnosticado e tratado, mais chances de cura.

Muitas vezes, o tratamento em uma clínica de recuperação é uma ótima solução, por contar com uma equipe multidisciplinar habilitada a tratar ambos os problemas.

Algumas pessoas também se perguntam o que ocorre primeiro: a doença psiquiátrica ou a dependência, e é um pouco difícil de dizer.

Na verdade, são problemas independentes, onde um pode afetar o outro.

Entenda, a seguir, essa relação e os riscos.

Qual a relação entre doenças psiquiátricas e dependência?

As doenças psiquiátricas e a dependência podem interagir de diversas maneiras:

  • O alcoolismo e a dependência química podem piorar os problemas de saúde mental, assim como mascarar os sintomas;
  • Algumas pessoas usam o álcool ou a droga para “aliviar” ou esquecer os sintomas da doença mental;
  • O álcool e a droga podem reduzir a eficácia dos medicamentos para tratar a doença psiquiátrica;
  • As pessoas que consomem álcool ou droga podem se esquecer de tomar seus medicamentos, o que pode agravar a doença;
  • Se os sintomas piorarem, pode implicar no surgimento de outro problema.

Dependendo do caso, as pessoas que apresentam problemas concomitantes, têm maior risco de ter problemas médicos, sociais e emocionais mais graves do que se tivessem apenas um problema.

Por consequência, o tratamento pode ser mais longo e difícil.

Doenças mentais e dependência quais os riscos?

Algumas hipóteses podem explicar essa relação entre doenças psiquiátricas e dependência:

  • A dependência à droga e os transtornos mentais podem se basear nos mesmos processos no sistema nervoso;
  • O consumo de drogas pode ajudar a aliviar certos sintomas da doença mental ou os efeitos colaterais dos medicamentos;
  • O consumo de drogas pode acelerar o surgimento de uma doença psiquiátrica ou causar mudanças biológicas que afetam as doenças mentais.

Um estudo americano revelou que pessoas que apresentam transtornos mentais têm 4,5 mais chance de serem dependentes de drogas e 2,3 mais chance de se tornar alcóolico em um certo momento de suas vidas, comparando com pessoas que não sofram de um problema psiquiátrico.

Vale lembrar também que o uso de álcool ou drogas pode ter efeitos bem parecidos com os sintomas de uma doença mental, como a depressão, ansiedade, impulsividade ou alucinações.

Isso talvez dificulte um pouco o diagnóstico, sendo necessária uma avaliação profunda no momento da pessoa se submeter ao tratamento para dependência química, pois pode haver também uma doença psiquiátrica.

Como é o tratamento para doenças psiquiátricas e dependência?

O ideal é tratar as doenças psiquiátricas e a dependência ao mesmo tempo, e as chances de sucesso no tratamento são maiores quando tratados de forma coordenada.

O tratamento depende também da origem e gravidade dos problemas, que pode ser o uso de medicamentos, psicoterapia, ou a combinação dos dois.

No entanto, embora o plano de tratamento deva levar em conta os dois problemas ao mesmo tempo, às vezes, recomenda-se tratar um antes do outro.

Por exemplo, é provável que pessoas que tenham um transtorno de humor e um problema ligado ao alcoolismo, mostrem melhores resultados quando o tratamento para alcoolismo ocorre primeiro.

Enfim, é importante estar atento a qualquer sinal de doença mental e dependência e buscar tratamento o quanto antes!