Internação Para Drogados: Quando é Necessária?

Internação Para Drogados: Quando é Necessária?

Infelizmente, ainda existe um certo tabu quando o assunto é internação para drogados, além de muita resistência por parte dos familiares.

O problema está no grau da dependência, e quando chega ao ponto de prejudicar a saúde do próprio usuário e daqueles que estão à sua volta, é então necessária a internação em uma clínica de recuperação.

Vale ressaltar que existem três tipos de internação para dependentes químicos, inclusive contra a sua vontade.

Se você conhece alguém que precisa de ajuda para se livrar do vício e não entende muito bem como funciona o processo de internação, vamos explicar aqui tudo em detalhes?

Internação para drogados quais os tipos?

Muitas pessoas não sabem, mas existem três tipos de internação para drogados, e todos regulamentados por lei. E quais são eles?

1.Internação voluntária

Como o próprio nome já sugere, o próprio usuário procura a internação, e normalmente isso ocorre porque tomou consciência que é um dependente e precisa de ajuda.

Além disso, um médico devidamente registrado no Conselho Regional de Medicina deve emitir um laudo autorizando a hospitalização.

Já quanto à alta, pode ser prescrita pelo médico ou até por pedido do próprio paciente.

2.Internação involuntária

Nesse caso, a internação para tratamento de dependência química é feita sem o consentimento do usuário, e sim solicitada por uma terceira pessoa, geralmente um familiar.

Por exemplo, se um pai perceber que seu filho está correndo algum risco ou mesmo colocando em risco a vida de outras pessoas, ele pode recorrer a uma internação para drogados involuntária.

Também precisa de autorização médica e o Ministério Público Estadual deve ser notificado.

Em relação à alta, pode ser por solicitação médica ou do responsável legal.

3.Internação compulsória

Por fim, a internação compulsória, que só pode ser feita por meio de ordem judicial.

Geralmente é solicitada quando o usuário não tem nenhum familiar responsável e deve ser baseada em laudos médicos.

Essa é uma situação que foi vista em São Paulo, onde usuários de crack foram levados para clínicas de reabilitação, uma vez que suas vidas estavam em risco, além de outras pessoas.

A alta também só pode acontecer sob determinação judicial.

Quando é necessária a internação para dependentes químicos?

Antes de mais nada, saiba que nem todos os dependentes químicos necessitam de internação, e muitas vezes, o tratamento para alcoolismo apresenta ótimos resultados.

No entanto, existem casos onde os usuários perdem totalmente o controle, e para garantir a sua segurança e dos seus familiares, uma internação para drogados é necessária.

Veja algumas situações que indicam a necessidade de uma internação:

  • Agressividade fora do habitual;
  • Usa todos os recursos financeiros para comprar a droga ou até rouba;
  • Deixa de cuidar da própria higiene pessoal;
  • Começa a mentir;
  • Fica vários dias longe de casa;
  • Falta aos seus compromissos.

É importante ficar muito atento aos sinais de uma dependência química, em particular, os familiares e amigos.

Muitas vezes, o dependente recusa o tratamento ou não tem consciência de que precisa de um, logo, cabe quem está à sua volta, dar todo o suporte necessário!