o álcool na vida das pessoas…

O álcool está presente na vida de muitas pessoas, desde aqueles que bebem apenas socialmente até aqueles que já são dependentes do álcool. O consumo excessivo é alarmante e os efeitos do álcool sobre o organismo são desastrosos para a saúde. Pode causar dependência alcoólica. Isso prejudica não só a si mesmo, mas também a todos ao redor do alcoólatra, por isso você precisa de uma clínica de tratamento para alcoólatras.

Embora o álcool esteja legalmente disponível, é uma droga psicoativa, ou seja, age diretamente no cérebro e também causa problemas em muitas outras estruturas do corpo humano.

Você quer saber quais são os efeitos? Nesta estação nós lhe contaremos tudo sobre isso. Acompanhe o ritmo!

Álcool no corpo: Como funciona
Após o consumo, o álcool é absorvido pelo estômago e entra na corrente sanguínea, o que leva de 30 a 90 minutos. Através da corrente sanguínea, o etanol se espalha para diferentes partes do corpo e atinge cada célula.

Quando chega ao cérebro, o efeito do etanol é principalmente excitante e libera serotonina, um neurotransmissor associado à alegria e satisfação, e as pessoas se tornam incontroláveis e ainda mais ousadas.

Após este primeiro momento, porém, o álcool começa a causar uma depressão do sistema nervoso central, aumentando a quantidade do neurotransmissor GABA, o que pode levar até a inconsciência.

Em altas doses, o etanol pode causar um alto risco de envenenamento e levar à morte por parada cardíaca em pessoas que tenham consumido quantidades excessivas. Também pode levar ao vício do álcool, o que é extremamente prejudicial à sua saúde.

Efeitos imediatos: O que você sente depois de usar etanol
Logo após o consumo de bebidas alcoólicas, os sintomas aparecem com uma intensidade que é proporcional à quantidade consumida. As mais comuns são :

dificuldades de linguagem, sonolência, problemas visuais e auditivos.
Estes são os primeiros efeitos do etanol quando atinge o sistema nervoso, desencadeando uma fase depressiva e aumentando o risco de quedas e acidentes.

Dores de cabeça
A sensação de um crânio pesado e doloroso se deve principalmente ao efeito depressivo e ao efeito do etanol no cérebro.

Náuseas e vômitos
Após beber álcool, especialmente em grandes quantidades, o organismo tentará se livrar desse excesso para evitar efeitos ainda mais nocivos.

Queimadura Cardíaca
O etanol irrita as membranas mucosas e aumenta a produção de ácidos digestivos, o que leva a sensações tão desagradáveis.

Diarréia
Devido à acidificação do intestino e ao comprometimento da flora, a diarréia após o consumo de bebidas alcoólicas é um sintoma muito comum.

Efeito diurético
O etanol inibe o sistema de controle de retenção de água no rim, e após a ingestão o corpo excreta muitos líquidos com a urina e pode até desidratar.

Efeitos tardios: Sintomas crônicos do consumo de álcool
Os efeitos do álcool no organismo, a médio e longo prazo, são de grande preocupação. Verifique os órgãos mais afetados:

Cérebro
Devido aos danos a todos os nervos e células nervosas, um bebedor experimenta regularmente mudanças nas emoções e no humor, dificuldades em executar pequenos movimentos, reflexos cada vez mais lentos, perda de equilíbrio e coordenação motora e até mesmo danos que são considerados permanentes na memória.

Sistema Cardiovascular
O consumo de etanol aumenta a freqüência cardíaca e a pressão arterial. Além disso, o coração está enfraquecido e bombeia o sangue com maior dificuldade, podendo também sofrer de arritmia.

Sistema Digestivo
A irritação constante do revestimento do estômago pelo álcool pode causar úlceras e câncer no esôfago, laringe e estômago.

A pancreatite, ou inflamação do pâncreas, é também uma das conseqüências do consumo crônico de etanol. O fígado, que é responsável pelo metabolismo deste medicamento, também é severamente afetado e pode desenvolver esteatose, que progride para cirrose e câncer.

Os efeitos do abuso do álcool são múltiplos e extremamente nocivos ao organismo. O alcoolismo é uma doença, por isso deve ser tratado como tal. Isto pode ser feito com a ajuda de profissionais de saúde como médicos e psicólogos que acompanham todo o processo de superação desta doença. Procure nossa clínica de reabilitação para alcoólatras.